9 Meses de Tuquinha - Bed Sharing

(fotografia retirada do pinterest) 

Nem acredito que já passaram 9 meses, mas a verdade é que passa tudo a correr. Este ultimo mês não houve assim uma grande evolução nem um grande desenvolvimento, por isso decidi falar sobre um assunto bastante interessante para mim. Não sei se já reparam pelos insta stories ou algumas fotografias, mas nós temos o berço na sala. CALMA! O tuquinha não dorme na sala, se bem que não era má ideia nesta altura por causa da lareira. Ele dorme connosco, sim na nossa cama.

Não acho que seja nenhum bicho de sete cabeças, mas as pessoas fazem por isso. Vem sempre o comentário "mais tarde ele não vai sair da vossa cama" ou então "estão habitua-lo mal". Sinceramente, entra por um ouvido sai pelo outro, nem ligo.



(fotografia retirada do pinterest)

Existem dois termos muito idênticos e por vezes podem ser confusos. Existe o Co-sleeping no qual partilham o quarto e existe o Bed Sharing, como o nome indica partilham a cama. Nós optamos pela partilha da cama. Já o faço desde o primeiro dia que nasceu e não vejo outra forma se não esta.

Temos sempre preocupações como por exemplo não bebemos álcool, nem fumamos e depois são as condições da cama. A cama é queen size, ou seja, até é bastante grande , também compramos uma grade de proteção para ele não cair.


 (fotografia retirada do pinterest) 

Até agora só temos visto benefícios com esta decisão, não foi estuda, foi pensado com amor. Sei que ele dorme melhor ao  nosso lado e quando acorda durante a noite é bem mais fácil para dar maminha. Além do mais é o meu saquinho de agua quente nestas noites frias.

A meu ver, faz sentido para mim ser assim e não julgo quem não o faça. Existem imensos ficheiros, sites, pdf sobre este assunto. Pessoalmente não pesquisei quase nada, apenas segui o meu instinto materno.

Vocês já conheciam estes termos? O que acham do assunto?

50 comentários

  1. Eu acho o mesmo que tu... Diz-se muita coisa, mas nós temos é de seguir os nossos instintos. Eu quando for mae logo saberei, creio eu, o que melhor fazer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando for mãe muitas coisas mudam, pelo menos falo por mim que ganhei novos instintos :)

      Beijinhos

      Eliminar
  2. O instinto materno é o que mais importa querida. Quando for mãe, eu é que vou saber educar o meu filho, à minha maneira. Não importa esses estudos. Afinal são meros estudos.


    Beijinhos, A Namastê

    ResponderEliminar
  3. Bem como deves calcular não faço ideia dessas coisas ahahahah

    ResponderEliminar
  4. Adorei o post! :)

    www.aflormaria.blogspot.pt

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Olha que não sabia nada disso mas muitos parabéns
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  6. Não conhecia nenhum desses termos! Estou sempre a aprender! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Eu principalmente sigo aquela frase que a minha avó sempre me disse "ninguém vai dormir na cama dos pais para sempre" portanto fazes muito bem em tê-lo entre vocês! Só trará mais segurança para ele e mais amor! Eu e o meu namorado, já decidimos que usaremos o berço Next to Me (que dá até aos 6 meses ou 9kg) da Chicco e depois dos 6 meses colocaremos na nossa cama (fico com um certo receio de ele/ela se engasgar depois de mamar e estar na nossa cama e o berço da Chicco fica inclinado para que caso vomitem, não se engasguem com o próprio vomito) e quando sentirmos que o devemos colocar no seu quarto, colocaremos. Também queremos uma cama queen-sized para termos mais espaço. Devemos educar os nossos filhos da maneira que achamos que é mais correto. Não se liga ao que as outras pessoas dizem. Beijinhos

    www.carolinafranco.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A frase da tua avó é tão verdadeira. Não estou a imaginar o tuquinha a dormir na nossa cama com 18 anos ahaha Se não aproveitar-mos agora, também não vai ser mais tarde. Acho fantástico já terem tudo planeado :)

      Beijinhos

      Eliminar
  8. Os pais têm que fazer aquilo que lhes parece mais apropriado, independentemente da opinião alheia. E depois é tudo uma questão de como as pessoas lidam com as situações, porque não é por ele dormir convosco que vai querer fazê-lo para sempre. Vai chegar a um momento em que lhe transmitirão que é a altura de dormir sozinho. E se as coisas forem feitas com calma, sem pressões e com consciência tudo se resolve!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Disseste tudo! O problema é que tem de ser tudo para amanha, tem que ser tudo rápido e à maneira dos adultos. As crianças também precisão de segurança e conforto :)

      Beijinhos

      Eliminar
  9. Acho que o mais importante é fazerem o melhor para a vossa família. No meu caso quando for mãe não tenciono fazê-lo por uma questão muito simples: mexo-me imenso e a minha cama não é grande o suficiente. Quero que durma no meu quarto durante os primeiros meses e depois logo se verá. Cada família tem o direito de tomar as suas decisões, nas devidas alturas. Vai haver sempre alguém a criticar. Não liguem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo o que faças e que não seja igual aos outros vai ser sempre alvo de criticas, principalmente quando és mãe -.-
      Fun fact: Eu mexia-me imenso, até dava pontapés tal e qual como o bú e desde que o pequeno nasceu isso deixou de acontecer :b

      Beijinhos

      Eliminar
  10. opa coisa q eu aprendi desde que fui mae é que as pessoas mandam bitaites por tudo e por nada por isso mais vale mandar pra um certo sitio.
    conhecia o termo e nao faço (fiz so nos primeiros dias) pq ambos mexemo nos bastante durante o sono, inclusive o meu namorado tem varios tiques e ja me deu cotoveladas bastantes vezes ahah, portanto nao era o mais seguro pra ela, mas dorme no berço mesmo ao nosso ladinho ehehe

    https://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opa como eu te compreendo! Também já acordei com uma cotovelada quando começamos a morar juntos xD Mas desde que o tuquinha nasceu nunca mais tivemos desses problemas, mas lá está cada um faz como se sente mais seguro :D

      Beijinhos

      Eliminar
  11. A primeira foto está tão amorosa!! ADORO!!

    Novo post: http://abpmartinsdreamwithme.blogspot.pt/2017/11/a-minha-unica-compra-na-black-friday.html

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  12. Eu concordo contigo, não sou mãe, mas sou tia e sempre achei isso! Os filhos são para estarem perto dos pais, um dia mais tarde têm tempo para estar no canto deles, agora acho que faz sentido desfrutarem desta fase todos juntos e o bebé sentir os pais por perto! beijinho

    ResponderEliminar
  13. Não conhecia nenhum dos termos, mas também ainda não me inclinei para este tipo de questões eheheh
    Beijnhos,
    Blog Mil Coisas Por Fazer | Instagram | Facebook

    ResponderEliminar
  14. Não conhecia esses termos, mas se foi uma decisão com amor é o mais importante.
    beijinhos
    http://belezafeminina016.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com amor é sempre o mais importante :D

      Beijinhos

      Eliminar
  15. Como quero ser mãe tenho lido bastante sobre vários assuntos, incluindo esse que referiste. Acho tanto o bed sharing como o co-sleeping muito positivos e que em nada prejudicam a autonomia e independência do bebé. Estou mais inclinada para o co-sleeping, porque mexemo-nos muito durante o sono e é melhor não arriscarmos.

    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Existem grupos no quais ajudam e explicam imenso, eu ainda não me dei o trabalho. A única coisa que posso dizer acerca do bed sharing tem haver connosco país. Beber e fumar pode ser prejudicial aos pequenos. E sobre mexer muito eu era assim e depois mudei por completo, pareço uma estátua ahaha

      Beijinhos e tudo de bom <3

      Eliminar
  16. Adorei a comparação com o saco de água quente...
    Xoxo

    marisascloset.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. ótimo post!
    bjs
    http://www.pinkbelezura.com/

    ResponderEliminar
  18. Tenho uma sobrinha de 2 anos por isso estava familiarizada com os termos!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  19. Não sou mãe por isso só posso falar enquanto pessoa/mulher e não enquanto mãe. No meu entender não acho que seja a melhor opção, apesar de perceber que seja bastanta prático para amamentar, acredito que inconscientemente começamos logo a criar uma dependência que mais tarde pode trazer algumas inseguranças ou outras consequências menos boas. No entanto (e mais uma vez apesar de não ser mãe) acredito que não existem propriamente regras. Acho que por muitos estudos que leias ou por muitas pesquisas que vejas umas serão sempre a favor de uma coisa e outras defenderão o oposto. É importante estarmos informados mas acho que nisto de ser pai/mãe vai-se aprendendo aos poucos e poucos quais as melhores maneiras de lidar com as situações.:)

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A meu ver, penso que falta de interessa, amor e carinho traz muitos mais insegurança ou consequências :D Mas quando somos mães, tudo muda, principalmente a forma de ver as coisas ihihi

      Beijinhos

      Eliminar
  20. O que interessa é o que queres e o que achas. O que os outros dizem não tem assim tanta importância. :)
    http://www.fine-alchemy.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá está, não tem mesmo importância nenhuma xD

      Beijinhos

      Eliminar
  21. Sou Mãe de 3 meninas (14,10 e 8 anos) e só as deixo vir para a minha cama quando estão doentes. Ás vezes aparecem todas por lá, e nessas alturas eu fujo para o quarto delas! Mas como dizes é uma decisão pessoal, e se estás bem com a tua escolha não importa a opinião dos outros...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que devíamos aproveitar todas as oportunidades, porque não conseguimos voltar no tempo :D

      Beijinhos

      Eliminar
  22. Confesso que desconhecia, mas achei as fotografias super fofinhas =)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  23. Conhecia os dois conceitos e pelo que tenho visto, o mais perigoso no bed sharing é o facto de muitas mães já terem posto em risco o bebé. Sei que alguns até morreram infelizmente, porque ao se mexerem, sufocaram o bebé. Não digo com isto que não apoio quem o faça, apenas é preciso ter cuidado como tudo na vida! :) O importante é haver muito amor e cuidado. Parabéns pelos 9 meses do pequenino :*

    http://www.healthyfoodandme.wordpress.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falo por mim que eu quase corria a dormir e depois que ele nasceu melhorei imenso ihih mas há pessoas que podem não ser assim é verdade :D

      Beijinhos <3

      Eliminar
  24. Já conhecia esses termos mas nunca pesquisei bem sobre eles.
    O bed sharing parece-me ótimo e até uma forma de fortalecer a relação entre os pais e a crianças.
    Beijinhos :D

    https://theincompletediary.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que ajuda imenso e estou adorar imenso :D

      Beijinhos

      Eliminar
  25. Vai sempre haver alguém que diz isto e aquilo, não ligues se acham melhor e mais benéfico ele dormir na vossa cama continuem 💗

    ResponderEliminar